Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/advento7/public_html/noticias/wp-content/plugins/pa-plugin-utilities/classes/controllers/IASD_Menu.class.php on line 40

    Warning: Invalid argument supplied for foreach() in /home/advento7/public_html/noticias/wp-content/plugins/pa-plugin-utilities/classes/controllers/IASD_Menu.class.php on line 75

Notícias

Visita do Presidente à Ilha do Fogo

No Quadro da Campanha P2018 – Cabo Verde, Campanha lançada pela WAD, o distrito dos Mosteiros, ilha do Fogo, representado pelo Pastor José Maria Lopes, convidou o Presidente da Associação das Igrejas Adventistas do Sétimo Dia em Cabo Verde, Pastor António dos Anjos, para presidir ao ato de encerramento no dia 23 de Junho de 2018, no mesmo distrito.

O presidente desembarcou no aeródromo de são Filipe na amanhã do dia 22 e foi recebido pelo distrital Mosteirense, Pastor José Maria Lopes, que não escondeu sua alegria ao cumprimentar sorridente o presidente. Os dois dirigiram à Cidade de São Filipe, conversando com os dois discípulos no caminho de Emaús, mas eles a respeito do evento que ia ter lugar no dia seguinte.

Depois, iniciaram uma longa caminhada em direção aos Mosteiros. Após quase três horas de viagem, fazendo escala em certas aldeias e com certas pessoas (amigos e conhecidos) chegaram aos Mosteiros, aonde a dedicada esposa, Irmã Ângela, lhes aguardava com alguma ansiedade e sobretudo com um delicioso prato que para fazer água cortar na boca de alguns, não quero expor o menu daquele dia. Mas sendo reconhecido, aproveito para dizer muito obrigado à irmã Ângela, pelo delicioso prato. Após o almoço/jantar, o presidente foi conduzido pelo pastor José Maria Lopes à Pensão Cristina, no coração da Cidade dos mosteiros, pensão onde o presidente é muito conhecido pelo proprietário, e sem comentários, ele ocupou o seu quarto que outrora ocupava quando visitava os Mosteiros.
Na manhã de Sábado do dia 23, dia tão esperado pelos Adventistas da região, tendo em conta se tratar do Fecho de uma longa maratona evangelística que trouxe oradores de São Filipe, Monte Grande, entre outras zonas, cada um trazendo o seu feixe. O presidente, como era de se esperar, foi o orador da manhã, trouxe uma mensagem inspirada no livro de Atos dos Apóstolos, no capítulo 2:42-47, demonstrando q necessidade de união e comunhão com os irmãos e Deus, tal como era o hábito da Igreja Apostólica – igreja primitiva. Ele apelou as igrejas a desenvolverem um espírito de boa vizinha, amor fraternal entre os irmãos mesmo que sejamos todos diferentes uns dos outros. A mensagem passou, graças a Deus! Aleluia! Via-se a alegria na cara dos membros e amigos.

Tivemos um grande momento de confraternização. As irmãs capricharam e puseram em prática a mensagem ouvida. Era a hora de partir o pão. Tanto, na confeção quanto na quantidade, o próprio presidente deu nota 10 às irmãs. Para arrancar o programa de novo, não foi tarefa fácil, pois todos queriam dormir. Portanto, imaginem só… mas, todavia, tínhamos que arrancá-lo, pois alguns vieram de longe. Foi o irmão Dany quem tomou a palavra para explicar a simbologia do batismo. Ele foi bastante claro na sua explanação, graças a Deus! Após a exposição da Palavra, o ancião Djunha, um ancião muito apreciado pelos membros, tomou a palavra para examinar os candidatos perante uma numerosa multidão. Feito o exame, a assembleia votou favoravelmente o batismo deles.

A música marcava a cadência dos intervenientes no programa. Os jovens cantavam com muita alegria, trazendo muita inspiração aos presentes.

De seguida, o pastor oficiante entrou no batistério. Coadjuvado pelo pastor António dos Anjos, que chamava ao batismo os candidatos, um após outro eram todo 11 almas preciosas, que publicamente se entregavam a Cristo nas águas batismais. Um veemente apelo foi proferido pelo pastor oficiante, demonstrando a importância da nossa entrega hoje, porque amanhã pode ser muito tarde, e pela graça de Deus 31 pessoas responderam ao apelo. Louvado seja Deus! Batismo gera batismo, assim na mesma hora foi anunciado que a próxima cerimônia terá lugar a 28 de Julho, em Ribeira do Ilhéu. Quase a metade dos que responderam ao apelo, prometeu tomar parte no batismo do dia 28 de Julho. Agora é a igreja fazer o seu trabalho de casa, ou seja, visitar esses candidatos, e estudar com eles e preencher a ficha deles.

Já no domingo, o presidente manteve um encontro com os anciãos e diretores de Grupos, na residência do pastor distrital. Debruçou-se sobre duas questões: como dirigir uma comissão da Igreja, enfatizando a importância da Agenda da questão do tempo e a limitação das intervenções; a segunda questão tratada referia-se à disciplina eclesiástica. Sublinhou-se a importância de presença do pastor na comissão quando se trata de casos de disciplina. Em jeito de recomendação e conforme o Manual da Igreja, o ancião não deve presidir a comissão nestes casos.
O presidente terminou o seu périplo pelos Mosteiros na segunda-feira e como não podia deixar de ser, reuniu-se com a família pastoral para, de entre os assuntos, abordar a questão transferência, o bem-estar da família pastoral nos Mosteiros e a situação interna do corpo pastoral cabo-verdiano, isto devido a uma vaga de saídas.

O presidente deixa Mosteiros na segunda-feira, dia 25, em direção a São Filipe. Dois dias depois, isto é no dia 27 antes do embarque para a cidade da Praia, o presidente manteve um encontro, primeiro do gênero entre os pastores da região Fogo/Brava. É de salientar que o Pastor Natalino veio da Brava a propósito.

Das 11 às 13 horas, os quatro estiveram reunidos na Igreja de São Filipe. O presidente apresentou em granes linhas “como dirigir uma comissão da Igreja”; falou da agenda que deve ser concebida e dissentida com os anciãos bem antes da reunião; falou do tempo, ou seja, da duração do comité, começar na hora e terminar na hora; falou das discussões dos pontos da agenda – limitar o tempo das intervenções; falou também do sigilo em relação aos assuntos abordados na comissão.

De seguida abriu-se os debates e os três apresentaram as questões desde, reformar, tempo de serviço, passando pela questão de disciplina e também casamento. Este encontro com os pastores Irlando de Pina, José Maria Lopes e Natalino Martins, diga-se de passagem que foi profícuo e histórico pois foi a primeira vez que o presidente se encontrou com eles. O Pr prometeu fazer uma segunda lá pelo mês de dezembro, se Deus quiser.

Assim terminou o encontro com uma prece ao Senhor, elevado ao céu pelo pastor Irlando. É neste cenário que o presidente terminou o seu périplo pela ilha do Fogo.

Que o Senhor nos abençoe e vos guarde em nome de Jesus, nosso Salvador.


O Presidente da AIASD-CV
António dos Anjos